14 de mai de 2007

ADOLESCÊNCIA, O PRIMEIRO DESAFIO DO HERÓI

Amanhece: o sol desliza cuidadosamente sobre os poucos campos e os telhados muitos da cidade, como se viesse pé ante pé para não fazer barulho e acordar os homens antes da hora. Qual é a hora? Como saber a hora certa de acordar, levantar-se e agir?

Um grande mistério da vida é a adolescência, momento em que o sol nasce especialmente para acordar a criança e transformá-la em Homem, exortando-a: “vem viver, não precisa pensar agora, apenas experimente através dos seus sentidos; deixe a Natureza guiá-lo, orientar, ensinar, transformar, aprimorar ...” O processo poderá doer um pouco, apertar como sapato novo que se usa sem meia pela primeira vez, mas ... esta fantástica viagem será a primeira saga do pequeno herói, ao encontro de Apolo e Dionísio, para construir-se através da ordem, da harmonia, do equilíbrio e de seu contraponto: o caos. Dionísio dá as boas vindas: a festa começou.

O paradoxo de ser adolescente não é apenas uma característica do ser, mas um processo de muita velocidade e vitalidade. Enquanto o homem observa o mundo e reflete sobre ele, o adolescente pulsa. Enquanto o homem nega que seu maior medo é o medo de amar ( e de ser abandonado), o adolescente ignora que seu maior desafio é experimentar, e ousa. Entretanto, no curso desta travessia, ocorrerá a cristalização dos pertences da criança que cresce e a incorporação das crenças do ser adulto. Juntar as duas partes, buscando a ausência do conflito é a primeira grande tarefa do adolescente, este pequeno herói, que não escolhe, mas é convocado para o confronto. Crescer é experimentar insegurança, disciplina, desconstrução, paixão, incertezas dolorosas, esperanças, vertigem, temores, timidez, convicções inabaláveis, certezas eternas, ímpetos, arroubos, explosão, eixo, desleixo, lágrimas fartas e risadas recorrentes.


(*) Ajudar a crescer é abrir as janelas “eu te ouço”, “eu te aceito”, “eu te acaricio”, “eu estou aqui”. Tudo o mais eles serão capazes de fazer sozinhos.

Um comentário:

  1. Parabéns pelo seu blog Marina, está muito bonito e interessante!!
    Melhor que ele só suas palestras ao vivo!

    Até mais,

    Mônica.

    ResponderExcluir